Cadeiras Proibidas

Em Cadeiras Proibidas, Ignácio de Loyola Brandão diz muito desde uma época em que pouco se podia dizer. Publicado inicialmente em 1976, tempo em que o Brasil passava por...

Rede De Dormir

Durante séculos, milhões de brasileiros nasceram, viveram, amaram e morreram em cima dela. No sertão, ela envolvia os mortos conduzidos ao cemitério. Cantada por poetas,...

Melhores Crônicas De Affonso Romano De Sant'anna

Affonso Romano de Sant'Anna acredita no poder mágico da crônica interferir no cotidiano, mudar a cabeça dos homens, contribuir para um mundo melhor, com mais amor e menos...

O Caso Do Filho Do Encadernador

Falar de si próprio com habilidade e desapego e sem presunção pode ser um desafio, para muitos, intransponível. Não para Marcos Rey. Neste O caso do filho do encadernador,...

Bocage

Manuel Maria Barbosa du Bocage (1765-1805), o grande nome da poesia portuguesa no século XVIII, desde cedo sentiu-se predestinado à missão de poeta, com os seus componentes...

Coelho Neto

Coelho Neto, romancista, que podemos chamar historiador, no sentido de contar a vida das almas e dos costumes. É dos nossos primeiros romancistas, e, geralmente falando, dos...

Cela Forte

Luiz Alberto Mendes é um caso à parte na literatura brasileira. Antigo interno do sistema carcerário, descobriu o poder da palavra escrita na prisão. A partir daí, nunca mais...

Colecionador De Pedras

Sérgio Vaz é poeta, e, como poeta, sabe ser simples. Como simples, sabe tecer o coletivo. Como coletivo, sabe ser nós. E como nós, faz-nos grandes ao seu lado. 'No meio de uma...

Construindo O Leitor Competente

As autoras verificam que nunca como agora se valorizou a leitura, entendida não só como forma de caminho para a apropriação de um conhecimento, mas principalmente para sua...

O Navio Negreiro

[...] A 7 de setembro (1868), o poeta incendeia a plateia do Ginásio Literário, ao declamar pela primeira vez ‘O navio negreiro’, escrito em São Paulo e que marca o...

página 1 de 32